esquerda
direita
embaixo

Teu Olhar


Sei que quando olhas para mim teus olhos brilham, não ligue por eu ter percebido, é que o brilho é de uma beleza inesplicável... capaz de ofuscar a luz do sol, e capaz de me fazer esquecer as aflições, capaz de atrair minha atenção de tal maneira que até mesmo a lua com todo o seu esplendor perece ficar invisível. Como eu, uma simples mortal, seria capaz de provocar tal olhar, tal brilho, é a duvida que me cerca e de certa forma atormenta minh'alma. E como se não fosse o bastante ainda me ofereces teu sorriso, singelo, como de uma criança, puro como o amor e alvo como a neve.
Esse jeito unico de expressar o que sentes me encanta.
O que expressa com seu doce olhar me faz entender porque Tristão e Isolda se apaixonaram perdidamente, e porque Romeo e Julieta defrontaram tudo e todos por seu amor, e porque Orfeu enfrentou a morte por Eurídes, sua amada.
Lhe imploro que se o que demonstras em teu olhar for a mais pura verdade, não se permitas me perder para 'outros olhos', me apresente a este mais nobre sentimento que tens por mim, deixe-me ter a certeza de que se inspiras em mim para fornecer tal brilho, assim tu estarás em meus eternos pensamentos e principalmente em meu singelo coração enquanto o folego da vida estiver em mim.


2 comentários:

  Elly

19 de agosto de 2010 06:32

Que lindo! Obrigada por me seguir, tô te seguindo também. :3

  Anônimo

20 de agosto de 2010 19:08

Nosssaaaaaaaaaaa amei!! hehe